Sunday, November 19, 2006

Que reflectem as carícias
... e o fascínio!

À beira do lago

encontrei a fascinação

E ao conversar com a Lua

Transformei-me numa ninfa

e para lá do horizonte, fugi...

Pois aqui meu lugar

deixou de ser:

Reflectindo, sou o que encontras

nos teus sonhos...



(Marta - continuação...)
Naquele canto que
Só nós conhecemos...

... E onde moram

os nossos sonhos...

Cúmplices...

Suavemente entrelaçados

Num lago de águas serenas

E prateadas pela Lua...

Que reflectem as carícias

... e o fascínio!


(Alexandre - continuação...)

Thursday, November 09, 2006

Como a espuma das ondas
Cintila nos teus segredos ...


Os meus segredos...

Tão simples...

De desvendar

Na palma da tua mão

No toque suave

E no beijo que me

Dás...

Naquele canto que

Só nós conhecemos...


Marta Teixeira (continuação...)

Ou tens medo que eu saiba
Como encho os teus olhos de luz...

De luz... e de pérolas

Das mais verdadeiras

E valiosas que existem,

Enches-me os olhos de poesia,

De palavras gota a gota,

De letras cristalinas

Que pingam dos teus dedos

E se desfazem nos meus,

Como a espuma das ondas

Cintila nos teus segredos ...


(Continua...)


Sunday, November 05, 2006

Sim, do luar eu gosto,
Mas a Lua é uma intrusa...


Intrusa, eu???

Nunca te impedi de sonhares…

De pintares o teu mundo…

Ofereci-me como tela…

Os meus raios os teus lápis…

Se em branco continuo

É porque voar não sabes…

Ou tens medo que eu saiba

Como encho os teus olhos de luz...


Marta Teixeira (em continuação)

Saturday, November 04, 2006

E, os meus sonhos??
Não os sabes, porque não mos perguntas…


Não pergunto

Porque a Lua Cheia está à espreita,
A ouvir, sempre curiosa...
... E eu não quero que a Lua ouça
O que tens para contar!

Tenho ciúmes da Lua,
Prefiro a maré cheia,
Gosto de confessar os meus sonhos
Às águas mansas e serenas
Que reflectem o luar...

Sim, do luar eu gosto,
Mas a Lua é uma intrusa...

E eu peguei nas últimas palavras da Marta e dei-lhes continuação...

Thursday, November 02, 2006

Tenho ciúmes do vento
Porque lhe contas os teus sonhos…
E a mim não!


Ciúmes de mim e do vento?
Tonto,
porque o vento
Comigo…
só brinca…
Somos duas crianças travessas
Adoramos competir pelo horizonte...
Corremos, escalamos e conquistamos o mundo
E, os meus sonhos??
Não os sabes, porque não mos perguntas…


Marta Teixeira
A Marta pegou nas minhas últimas palavras e deu-lhes continuação...

Monday, October 30, 2006

Tenho ciúmes do vento,
Porque ele acaricia o teu rosto…
E eu não!

Tenho ciúmes do vento
Porque ele brinca com os teus cabelos…
E eu não!

Tenho ciúmes do vento
Porque ele murmura ao teu ouvido…
E eu não!

Tenho ciúmes do vento
Porque ele sopra nos teus lábios…
E eu não!

Tenho ciúmes do vento
Porque ele beija as tuas mãos…
E eu não!

Tenho ciúmes do vento
Porque ele abraça-te com força…
E eu não!

Tenho ciúmes do vento
Porque ele sente o aroma
Do teu perfume…
E eu não!

Tenho ciúmes do vento
Porque lhe contas os teus sonhos…

E a mim não!

Wednesday, July 19, 2006

Privacidades

Este é um blog para adultos! Vai ter textos assinados por outras pessoas também, que não eu! E vai tentar polemitizar vários temas, alguns ainda tabus, outros nem tanto. Espero que gostem!!!